CULTURA

CULTURA

Foto: divulgação

 Em sua nova exposição na Arte Plural Galeria, o artista Renato Valle faz uma reflexão sobre o ofício e suas escolhas ao longo de uma trajetória de 40 anos dedicados exclusivamente à arte. O vernissage acontece na próxima terça-feira (15.10), para convidados. A mostra, que encerra o calendário da galeria neste ano, segue aberta ao público até 21 de dezembro, com entrada gratuita, no horário de funcionamento da galeria.
 
Como o título mesmo anuncia, a “A Revisão da Pintura” é um convite para análise do que melhor caracteriza o trabalho artístico de Renato Valle. A mostra reúne um total de 19 obras a óleo de dimensões variadas, entre elas um políptico composto por quatro telas e outro com doze. Nesta série inédita realizada especialmente para esta exposição, as peças trazem temáticas e técnicas consagradas dentro da linha de trabalho do artista, que celebrou no ano passado quatro décadas de carreira, junto com os 60 anos de vida.   
 
A Arte Plural Galeria fica na Rua da Moeda, 140 – Bairro do Recife. Mais informações: (81) 3424-4431.

CULTURA

Foto: divulgação 

Após passar por quatro continentes, o concerto multimídia “Tocando Portugal” será apresentado pelo trio português Rumos Ensemble na sede do Conservatório Pernambucano de Música. O recital, que reúne músicas e intérpretes portugueses que dialogam com imagens de todas as regiões do país, será nessa terça-feira (2), às 19h30, no Auditório Cussy de Almeida, na sede da escola de música. A programação é gratuita. 

O projeto, formado pelos músicos Anne Victorino d’Almeida, Luís Gomes e João Vasco, traz uma seleção de músicas portuguesas, arranjadas especialmente para trio de violino, clarinete e piano. As canções se alinham com a projeção de filmes inéditos de cada região, mostrando a beleza natural de Portugal e depoimentos de personalidades locais.  

Antes da apresentação, os músicos realizam masterclasses de violino e clarinete, das 14h às 17h, na sede do Conservatório Pernambucano de Música. Para participar da masterclass de violino com a professora Anne Victorino d’Almeida, é preciso se inscrever no link: https://bit.ly/2ZSCpEL. Para assistir a aula de clarinete com o professor Luís Gomes, o link de inscrição é: https://bit.ly/2ZVRJRe. As aulas são voltadas para estudantes e profissionais da música. 

CULTURA

Foto: divulgação

Um dos nomes mais respeitados das artes visuais do Brasil, Adriana Varejão terá pela primeira vez um conjunto significativo de sua obra exposto no Recife. A mostra Adriana Varejão – Por uma retórica canibal, aporta na capital pernambucana, com abertura agendada para o dia 28 de junho, às 19h, no Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM).

A exposição ficará em cartaz, com visitação gratuita, até 08 de setembro. Com curadoria de Luisa Duarte, a mostra faz parte de um projeto que pretende descentralizar o acesso à importante produção da artista carioca, exibindo 25 obras dos seus mais de 30 anos de trajetória, realizadas entre 1992 e 2018.

Adriana conta que quando começou a pintar e pesquisar sobre o barroco, tomou como referência várias igrejas do Recife, como a Basílica de Nossa Senhora do Carmo, o Convento de Santo Antônio e a Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Militares. Outra lembrança da artista é de uma visita à feira de Caruaru, onde se deparou com as carnes de charque dobradas e cortadas em nacos, surgindo daí a série das Ruínas de Charque, desenvolvida até hoje.

Adriana Varejão é representada pelas Galerias Fortes D’Aloia & Gabriel, Gagosian e Victoria Miro.

O MAMAM fica na Rua da Aurora, 265. Recife- PE. Informações: 81 3355.68. Visitação de terça a sexta, 12 às 18h. Sábados e domingos, 13 às 17h.

CULTURA

Foto: divulgação

2ª Mostra de Cinema do Brasil em Lisboa ganha este ano uma versão ainda mais completa. O evento organizadao pela Embaixada do Brasil em Lisboa, em parceria com o Cinema São Jorge e a Linhas Produções Culturais, vai até o dia 30 desse mês.

A Mostra terá entre suas convidadas a atriz Marjorie Estiano, protagonista do longa As Boas Maneiras (fantasia | drama), de Juliana Rojas e Marcos Dutra. O filme será exibido no dia 29/06, às 21h.

RICA PROGRAMAÇAO

Um dos destaques da mostra é o documentário Eu, meu pai e Os Cariocas, de Lúcia Veríssimo, que será exibido no dia 27/06, às 20h. Após a sessão haverá um debate sobre a obra com a diretora. O documentário mostra a história do Grupo Os Cariocas e tinha como maestro Severino Filho, pai de Lúcia.

Quem é fã da música brasileira também não deve deixar de assistir ao documentário Damas do Samba (dia 28/06, às 17h) e também ao longa de ficção Todas as Canções de Amor, romance que traz no elenco Marina Ruy Barbosa, Bruno Gagliasso, Julio Andrade e Luiza Mariani.

O bullying cometido na adolescência e até mesmo a pedofilia são tratados em outros dois filmes: Ferrugem, de Aly Muritiba, e Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor. Completam a Mostra os longas Divinas Divas (documentário), de Leandra Leal, Temporada (drama), de André Novais Oliveira, Talvez Uma História de Amor (comédia romântica), de Rodrigo Bernardo, O Animal Cordial (thriller | suspense), de Gabriela Amaral Almeida, Intimidade entre Estranhos(drama), de  José Alvarenga Jr, Cinderela Pop (fantasia | comédia), de Bruno Garotti, Rasga Coração (drama), de Jorge Furtado, Irmão do Jorel (animação), de Juliano Enrico, e Mulheres Alteradas (comédia), de Luis Pinheiro.

CURTAS

No domingo, dia 30/06, às 17h, serão exibidos os curtas O Órfão, de Carolina Marcowicz), Eu, Minha Mãe e Wallace, de Eduardo Carvalho e Marcos Carvalho, Guaxuma, de Nara Normande, Mesmo com Tanta Agonia, de Alice Andrade Drummond e A Volta para Casa, de Diego Freitas.

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA

Durante todo o período da 2ª Mostra de Cinema do Brasil em Lisboa, o Cine São Jorge também abriga uma exposição do fotógrafo brasileiro Daryan Dornelles. São mais de 100 imagens de alguns dos mais consagrados artistas brasileiros como Chico Buarque de Holanda, Fernanda Montenegro, Gilberto Gil, Wagner Moura e Maria Bethânia.

CULTURA

Foto: divulgação

A união entre artes plásticas e arte gastronômica gera bons resultados. O Villa Cozinha de Bistrô, do chef Joca Pontes, decidiu apostar nessa ideia e para isso o restaurante, localizado no Shopping Tacaruna, abre as portas para artistas plásticos locais apresentarem seus trabalhos nas paredes do bistrô. O projeto é intitulado “Nossos Artistas” e apresenta a exposição “Eu Vi Lá”, dos artistas plásticos Sandro Maciel e Fábio Rafael. A curadoria é de Márcia Cabral e a exposição fica em cartaz até o dia 30 de junho.

CULTURA

Foto: divulgação

Amanhã (20), Xangô será rei na programação do Sítio da Trindade. Além de receber o 35º Concurso de Quadrilhas Juninas Adultas, o maior arraial da capital será cenário para uma saborosa celebração às religiões e à gastronomia de matriz africana.

A partir das 18h30, a fartura dos terreiros de candomblé toma conta do Sítio na 13ª edição da tradicional Exposição da Culinária Afro-Brasileira, que celebra este ano a importância percussiva dos tambores sagrados e suas influências na musicalidade mundial. Serão festejados o Ìlù Bàtá, instrumento que deu origem ao Mèlé (Agbó), Mèlé Akó (Ankó) e Ìyá Ilú (Ìyàn).

A programação contará cânticos, danças e celebrações do povo de terreiro e com a distribuição gratuita e degustação de mais de 7 mil pratos e preparos que são usados nos terreiros para celebrar os orixás.

A mostra, que integra o Ciclo Junino 2018 da Prefeitura do Recife, é uma iniciativa do Núcleo da Cultura Afro-Brasileira, com produção e execução do Terreiro Ilé Àse Egbé Awo, sob responsabilidade de Mãe Elza de Iemanjá. 

Confira a programação:

18h30 – Apresentação Cultural

19h – Abertura do ÀJÒDÚN (Cânticos ao ÒRÌSÀ ÈSÙ)

19h30 – Início da degustação e continuação do ÀJÀDÚN (cânticos aos Òrìsà, Vodun, Nkise)

21h – Cânticos para SÀNGÓ, HEVIOSO e NZAZI (Roda para o REI – Fogueira)

21h30 – Homenagens aos Onílù e Alagbé (Tocadores do Sagrado), entrega do prêmio Ìyábàsé 2019 (Cozinheira do Àse)

23h – Encerramento do Sirè (cânticos e rezas)

CULTURA, Sem categoria

Foto: divulgação 

Os artistas Mozart SantosNando Zevê e João Lin inauguram exposição coletiva, nesta terça-feira (04), a partir das 19h, no Estúdio ZV Tattoo Galeria. Intitulada “Seres Imaginários E Outros Encantados”, a mostra de arte contemporânea reúne mais de 50 obras e objetos que exploram a tradição dos famosos gabinetes de curiosidades, com a suas coleções raras de seres encantados.

A expo também apresenta uma série de obras tatuáveis. Um bestiário criado em conjunto pelos três artistas/tatuadores, que elaboram seus estudos, como quem brinca com as formas cambiantes de um caleidoscópio. Personagens que até então, não habitavam no universo artístico de ZevêMozart e Lin transformam-se em obras, elementos e objetos, que podem reverberar em uma tatuagem livre de qualquer padrão.

A exposição fica em cartaz na casa até o dia 13 de junho no Estúdio ZV Tattoo Galeria, que fica na Galeria Joana D’Arc, no Pina . As visitações podem ser feitas de 14h às 21 h. A entrada é gratuita.

CULTURA

Foto: divulgação

A 44ª edição do projeto Gerações Musicais promove o encontro entre os artistas Sérgio Andrade e Marcello Rangel. Eles se encontram na próxima quarta-feira (29), a partir das 19h, na Arte Plural Galeria, situada no Bairro do Recife. Além de um descontraído bate papo sobre carreira e música, eles contemplam o público com um “pocket show”. O acesso ao público é gratuito, sujeita a lotação do espaço.

Sérgio Andrade é fundador da Banda de Pau e Corda e integrante do projeto Cantoria Agreste. Os ritmos regionais são sua fonte de inspiração, passeando com segurança por ritmos como forró, frevo, ciranda e samba.  Marcello Rangel iniciou sua carreira com a banda Araçá Blu. De 2015 para cá, encabeçou a criação do grupo “Canto Alto”, se apresentou com o grupo Moenda Sonora e integrou o movimento “Reverbo”, projetos que focam na produção de música independente autoral. Neste ano lançou o seu primeiro disco solo. Informações: (81) 3424.4431.

CULTURA

Foto: divulgação 

O artista plástico Carlos Pragana faz uma retrospectiva de cinco décadas de pintura em sua nova exposição, com coquetel de abertura hoje, dia 23 de maio, às 18h, em seu novo ateliê, no Pina. Batizada de “1966”, a mostra, organizada pelo arquiteto Diogo Viana, reúne alguns de seus principais trabalhos, com 30 telas que vão reviver as diversas fases do artista pernambucano, começando pelo seu primeiro quadro, pintado em óleo sobre papel, no ano de 1966. A linha do tempo segue com as obras das principais exposições de Pragana ao longo de sua carreira, entre elas, desenhos, acrílicos sobre tela e, mais recentemente, colagens.

O vernissage da mostra será comemorado por diversos amigos e familiares de Pragana, um grande encontro entre artistas de diferentes gerações. Após a abertura oficial, a exposição seguirá aberta ao público, diariamente, das 14h às 18h, até o dia 30 de junho.

O Ateliê Carlos Pragana fica na  Rua Gago Coutinho, 500, Pina – Recife/PE.

CULTURA

Foto: divulgação

Prevista inicialmente para o mês de maio, a 23ª edição do CINE PE – Festival Audiovisual será adiada. O motivo foi o retardamento no anúncio das mudanças promovidas pelo governo federal na Lei Federal de Incentivo à Cultura. Com as novas regras apresentadas, o CINE PE anuncia nova data: de 29 de julho a 4 de agosto, novamente o Cinema São Luiz será palco para as exibições de produções de todo o país com programação plural e diversidade de linguagens e narrativas.

Dos 892 filmes inscritos para as mostras competitivas, número 77,33% maior em relação a 2018, que foi de 503 filmes, seis longas, sendo três na categoria ficção e três na categoria documentário, estarão juntos na Mostra Competitiva de Longas-Metragens, sete títulos na Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos  e dezenove na Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais.

O CINE PE 2019 terá ainda espaço para a formação de novos cineastas com o workshop “Formas Alternativas de Monetização de Curtas”, ministrado pelo consultor de roteiro e escritor Bill Labonia.

Nessa edição também foi criado o Concurso de Argumento para roteiristas, direcionados para filmes no formato de curta metragem. Todas as orientações para inscrição, que podem ser feitas até 05/07/19, estão no site www.festivalcinepe.com.br.

Informações: 81-3461.2765 /festival@bpe.com.br

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM