ESPETÁCULOS

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

A soprano de carreira internacional Carmen Monarcha é a convidada desta quarta-feira (14) no concerto em comemoração ao aniversário de 89 anos do Conservatório Pernambucano de Música. Ela fará um concerto em homenagem aos 60 anos do falecimento de Villa Lobos e apresentará também árias de ópera, acompanhada pela Orquestra de Câmara de Pernambuco, sob a regência do maestro José Renato Accioly.

O espetáculo será no Teatro de Santa Isabel, às 20h. A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos na bilheteria do local uma hora antes do início da apresentação.

O concerto é divido em duas partes: a primeira dedicada à música de Villa-Lobos, com “Bachianas Brasileiras nº5”, “O trenzinho do caipira”, “Bachianas nº2”, e três canções da obra “Floresta do Amazonas”. Já a segunda parte contará com a interpretação de famosas árias de ópera, carro-chefe da carreira da solista, a exemplo das óperas “Carmen” e “O barbeiro de Sevilha”.

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

O maior espetáculo ao ar livre do Sertão Nordestino, O Massacre de Angico – A Morte de Lampião chega à sua oitava edição com novos cenários, trilhas sonoras renovadas e grandes alterações no elenco. A expectativa é reunir mais de cinquenta mil pessoas para assistir ao trabalho dirigido por Izaltino Caetano, entre os dias 24 e 28 de julho, em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. O acesso será gratuito.

A peça foi concebida a partir do texto dramatúrgico escrito pelo pesquisador do Cangaço, Anildomá Willans de Souza, natural de Serra Talhada, mesma cidade onde Virgolino Ferreira da Silva, o Lampião, nasceu. 

Os protagonistas do espetáculo são a atriz e cantora Roberta Aureliano, como Maria Bonita e o ator e dançarino Karl Marx, como Lampião. 

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

Os apreciadores da música instrumental poderão curtir a programação do fim de semana do Conservatório Pernambucano de Música. Neste sábado (15) e domingo (16), acontece a 9ª edição do Festival de Música Instrumental, no Auditório Cussy de Almeida, na sede da escola de música. O compositor Henrique Albino e o arranjador André Mehmari são as atrações do sábado. O pianista Hércules Gomes e o grupo Treminhão farão concerto no domingo. O evento é aberto ao público.

A partir das 17h do sábado, Henrique Albino apresenta composições autorais com influência da música universal e das novas tendências rítmicas do jazz contemporâneo. Com Henrique Albino na flauta e no sax, Alex Santana na tuba e Gilú Amaral na percussão. Logo depois, é a vez do compositor, pianista arranjador e produtor carioca André Mehmari fazer o seu concerto instrumental.  O músico apresenta, ao lado de Neymar Dias (baixo elétrico e viola caipira) e Sérgio Reze (bateria).

Encerrando a programação do festival, o grupo instrumental Treminhão trabalha as influências de outras culturas como a música eletrônica, blues e jazz de forma singular, junto com os ritmos regionais de Pernambuco. A banda, formada por Breno Lira, Ricardo Fraga e Jefferson Cupertino ao palco alimentando todas as possíveis formas de musicalidade.

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

Marchinhas, baiões, xotes e músicas de quadrilhas interpretados pelo SaGrama irão animar o Música no Palácio deste mês. O concerto será neste domingo (9), às 10h, no Palácio do Campo das Princesas. Além das músicas do ciclo junino, também farão parte do repertório músicas dos seus nove álbuns, incluindo a trilha sonora do filme O auto da compadecida, assinado pelo grupo. O evento é aberto ao público. 

O Música no Palácio foi criado em 2015, em comemoração aos 85 anos do Conservatório Pernambucano de Música. A ideia era realizar pequenas apresentações musicais, um domingo por mês, no hall de entrada do Palácio do Campo das Princesas. Com quatro anos do início do projeto, ele já se tornou parte do calendário de eventos da cidade.

ESPETÁCULOS

Foto: Hannah Carvalho

O bailarino Orun Santana apresenta a temporada de “Meia Noite”, no Teatro Arraial Ariano Suassuna, desta sexta-feira (31 de maio) a 06 de julho, sempre as sextas e aos sábados, às 20h. O espetáculo solo passeia pela capoeira como elemento criador e motivador do movimento, sobretudo dos corpos do Mestre Meia-noite, nome artístico de Gilson Santana, e Orun. Ambos brincantes e artistas do Daruê Malungo, pai e filho, construíram suas carreiras e sua relação dentro deste universo.

 A obra explora ainda a capoeira como procedimento de uso de imagens/memória do corpo do dançador como elemento criador, traço marcante na obra de Orun, como artista e pesquisador no assunto. O espetáculo solo dialoga dramaturgicamente sobre a relação entre pai e filho, entre mestre, discípulo e consequente relação com a ancestralidade pessoal, principalmente masculina, na busca de uma conexão com essas energias e possíveis curas e construção de uma nova masculinidade.

Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) e já estão com vendas antecipadas no sympla.com.br/orunsantana e também estarão disponíveis na bilheteria uma hora antes do início do espetáculo.

ESPETÁCULOS

Divulgação

Templo dos mais antigos e importantes do país, o Teatro de Santa Isabel acaba de completar 169 anos de existência e resistência. Para comemorar, a Banda Sinfônica do Recife fará um concerto gratuito e aberto ao público, na próxima quarta-feira (29), às 20h, na majestosa casa de espetáculos.

O programa preparado pelo maestro Nenéu Liberalquino para a noite de festa irá dos clássicos internacionais e eruditos de Bach e Rossini aos sucessos ensolarados de Dorival Caymmi e Adoniram Barbosa, sem deixar de lembrar as trilhas sonoras de clássicos do cinema, como Pinóquio e Bambi.

Os recifenses estão todos convidados para a festa. Para participar, basta chegar uma hora antes do início da apresentação e retirar o ingresso na bilheteria do teatro. Informações: 3355-3323. 

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

Kim (voz e guitarra), Júlio Cezar (contrabaixo) e Guilherme Morgado (bateria) desembarcam no próximo dia 8 de junho, sábado, no Teatro RioMar para duas apresentações da turnê “Stand Up, Músicas e Histórias”. Acompanhada pelos músicos Diego Cezar (guitarra) e Caíque Rocha (teclados), a Banda Catedral fará um resgate das três décadas de estrada. Os ingressos já estão à venda no https://uhuu.com, no www.teatroriomarrecife.com.br e na bilheteria do teatro.

Os interessados já podem aproveitar a promoção casadinha. Ao comprar um ingresso no valor inteira, o cliente pode pagar apenas mais R$ 10 e adquirir outra entrada no mesmo setor. O ingresso para o Balcão Nobre custa R$ 110; para a Plateia Alta, o valor é R$ 120; já a Plateia Baixa custa R$ 130. Os shows serão realizados às 18h e às 21h30. O Teatro Rio Mar está localizado no último andar do Shopping Rio Mar.

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

Dorival Caymmi será homenageado pelo seu filho, Danilo Caymmi, no espetáculo “Viva Caymmi”. O show, que integra o projeto Quartas Músicas do Conservatório Pernambucano de Música, será nesta quarta-feira (8), às 20h, no Teatro de Santa Isabel. Num formato dramático-musical, o espetáculo costura as belas e inesquecíveis canções de Caymmi, com histórias da sua vida e carreira. O evento é aberto ao público. Os ingressos poderão ser retirados gratuitamente na bilheteria do teatro, uma hora antes do início do espetáculo.

O espetáculo transcende as barreiras de um show e usa as ferramentas do teatro na sua narrativa, levando o público por um passeio num cenário único, com muitas informações sobre o Brasil, a Bahia e música. Em parceria com o diretor musical Flávio Mendes e o ator Nilson Raman, Danilo Caymmi faz uma celebração à vida de Dorival. O espetáculo tem sua base estruturada no storytelling, palavra em inglês que está relacionada com uma narrativa e significa a capacidade de contar uma história, especialidade do ator Nilson Raman. A pesquisa de texto e a direção musical são do músico Flávio Mendes.

ESPETÁCULOS

Foto: divulgação

Com atuação, direção e produção de Herminia Mendes, Daniel Barros e Eric Valença, “Carne ou Vodka?” apresenta três diferentes histórias com três desastres recorrentes em uma apresentação/instalação. Com datas agendadas no Teatro Hermilo Borba Filho nos dias 08 e 15 de maio sempre às 20h, o espetáculo discute relações de abusos, feminicídios, abandonos e outros pontos de catarse emocional.

Quando começa, logo se inicia uma festa, um ritual de provocações e narrativas apresentadas. Tudo em cena é escancarado com ações vividas no ápice de seu desempenho para mostrar a plateia um olhar sobre o absurdo. O que está em cena é a própria espetacularização da barbárie humana e consumida em todas as mídias. 

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM