CULTURA

Joana Lira leva “Quando a vida é uma euforia” ao Cais do Sertão

2

Foto: Mayra Azzi

“Quando a vida é uma euforia” traz obras da artista gráfica Joana Lira desenvolvidas ao longo de dez anos de sua participação no projeto de intervenção urbana da cenografia do carnaval do Recife. Com curadoria de Mamé Shimabukuro, após passar pelo Instituto Tomie Ohtake em São Paulo, a exposição chega ao Cais do Sertão entre 15 de janeiro e 17 de março de 2019, mostrando recortes da criação desenvolvida para os dias de folia na capital pernambucana.

Com produção de Carla Valença, da Relicário, a exposição irá ocupar a Sala São Francisco e o Espaço Umbuzeiro do Cais do Sertão em cinco núcleos com as inspirações e o processo criativo da artista. É aqui onde uma das salas vai trazer as sensações do carnaval ao visitante através de imagens e sons, onde cada um sai do lugar de contemplação para começar a sentir a festa pulsando dentro de si.

Em paralelo à exposição, “Quando a vida é uma euforia” terá ações educativas a partir da interlocução poética do carnaval e as obras de Joana Lira com experiências vivenciadas pelo público nas ruas do Bairro do Recife, onde o carnaval atinge sua apoteose. Esta é uma forma de dialogar entre a poética visual e a linguagem traduzida das manifestações populares em espaços públicos.

Compartilhar esse artigo

Posts relacionados

Escrever uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM