Archives

LANÇAMENTOS

Foto: divulgação

A Galeria Janete Costa, localizada no Parque Dona Lindu, abre a temporada de exposições 2020 dando boas vindas à arte feita na Paraíba. Entre os dias 14 de março e 10 de maio, ficam em cartaz no equipamento cultural gerido pela Prefeitura do Recife, as mostras de Glauco Moraes, Diário Ancestral, e a coletiva III Art in Progress.

A exposição Diário Ancestral vem sendo tratada como um grande desafio, pois ocupará o museu que é um projeto icônico de Oscar Niemeyer para o Recife, buscando travar um diálogo com sua inigualável arquitetura. Wagner Nardy faz a curadoria da exposição que será aberta no dia 14, às 16h.

 Art in Progress

A exposição coletiva Art in Progress: Novíssima Arte Contemporânea chega ao Recife com trabalhos que refletem questões étnicas, de gênero, derivas, colecionismos, registros urbanos, consumismo, memória afetiva, experiências estéticas e corporais – elementos essenciais aos experimentos visuais da arte contemporânea. Ela é uma mostra qualitativa da novíssima produção das artes visuais oriunda dos discente e/ou egressos da Universidade Federal da Paraíba, selecionados por uma comissão de seleção composta sob a Curadoria de Robson Xavier e Carlito Person.

CULTURA

Foto: divulgação

Desta terça (03) até o domingo (08), o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães – MAMAM estará de portas abertas para o público acompanhar a montagem de uma nova exposição no local. Funcionando como um atelier aberto para o projeto “Completely Knocked Down – Recife Bremen Connection”, esta montagem antecede a abertura oficial da exposição no dia 18 de março.

Ao todo são nove artistas de Bremen e do Recife que irão construir coletivamente obras de arte a partir de peças de artistas locais e fragmentos de objetos que estão vindo em um container. Os artistas convidados são Paulo Bruscky, Sílvio Hansen, Márcio Almeida, Christian Haake, Wolfgang Hainke, Tobias Heine, Maria do Carmo Nino e os idealizadores do projeto Francisco Valença Vaz e Rebekka Kronsteiner. O horário de visitação para o atelier é das 14h às 17h a partir de hoje até domingo (08).

LANÇAMENTOS

Foto: divulgação

Na quinta-feira, dia 5 de março, a partir das 18h, a Galeria Amparo 60 inaugura a sua primeira exposição de 2020, Fênix, do cearense José Guedes. O artista foi convidado pela galerista Lúcia Costa Santos para abrir a temporada 2020, apresentando essa série inédita na cidade, mas que já passou por Fortaleza, São Paulo, Rio de Janeiro, Paris e Guayaquil. O texto crítico da mostra é assinado por Daniela Bousso (extraído do livro homônimo, no qual quase todas as obras da série estão reproduzidas).

São 19 trabalhos recentes, produzidos em 2019, da série Fênix. A premissa do artista está exposta no título que remete ao pássaro da mitologia grega que, ao morrer, entrava em autocombustão, mas ressurgia das próprias cinzas. A proposta de Guedes é fazer isso com obras de arte consagradas. Ele selecionou artistas que, segundo ele, têm uma caligrafia marcada, aqueles cujos trabalhos rapidamente são reconhecidos, para ter como base de sua série.

A exposição fica aberta para o publico de 06 de março a 09 de abril de 2020. Terça a sexta, das 10h às 19h e nos sábados com agendamento prévio. A Galeria Amparo 60 Califórnia fica na Rua Artur Muniz, 82. Primeiro andar, salas 13/14, Boa Viagem, Recife – PE. Fone: 81 3033.6060.

LANÇAMENTOS

Foto: divulgação

Sentimentos à flor da pele transbordados em imagens. Como forma de expressar emoções vividas pelo próprio fotógrafo, Paulo Romão lança a exposição Des com passo, com abertura no dia 14 de fevereiro, às 18h30, no restaurante Terraço do Maricota, no bairro da Torre, em Recife. Há 17 anos por trás das lentes, este novo projeto artístico e autoral do fotógrafo retrata a indiferença no amor, solidão e sentimentos de perda, através de elementos da natureza personificados, como água, flores, folha e terra.

Visceral, mas também delicada, a exposição conta com 12 imagens em quadros 60×60, que estarão à venda, além de fotos menores e em papel fotográfico fine art (sem moldura).

Com entrada gratuita, a visitação para a exposição será das 12h às 15h (de terça a sábado) e das 18h30 às 23h (sexta e sábado). O restaurante Terraço do Maricota, com cozinha comandada pela chef Carla Chakrian, fica na Rua Padre Anchieta, nº 243, Torre (Recife). Mais informações pelo (81) 3090.7748, contato.pauloromao@gmail.com e instagram.com/pauloromao.

LANÇAMENTOS

Foto: divulgação

Um registro das andanças do fotógrafo pernambucano, Sérgio Figueirêdo, pela folia momesca poderá ser visto a partir de hoje, às 19h, no lançamento da 3ª edição do seu projeto FotoGrude. A exposição, que ficará em cartaz até o Carnaval na A Casa é sua Hamburgueria, na Rua do Amparo – 157, em Olinda, retrata através das imagens, a riqueza cultural do carnaval do Estado. Através das lentes da sua câmera, ele mostra a beleza dos passistas de frevo, maracatus de baque solto e virado, encontro dos bonecos gigantes de Olinda, além de agremiações como o Homem da Meia Noite, Mulher na Vara, Eu Acho é Pouco, entre outros, sempre destacando o colorido e a irreverência da festa de Momo.

O nome FotoGrude se justifica por ser um material compilado e composto por caixetas contendo 5 fotos ímãs, cada uma, no formato postal 10×15, que trazem as imagens dos ensaios fotográficos. Este é o terceiro ano do Projeto que, inicialmente, foi pensado pelo fotógrafo para comemorar os seus 20 anos de carreira como repórter fotográfico.

CULTURA

Foto: divulgação


O amor, a afetividade, a paz e o desejo são sentimentos essenciais às mudanças da sociedade. Nos momentos de transformação, se conectam para inspirar movimentos de resistência à opressão e à violência por meio da cultura e da arte. E é isso que “A Necessidade do Amor” apresenta, a partir do dia 14 de janeiro, na Arte Plural Galeria (APG).

A mostra tem curadoria de Júlio Cavani e reúne trabalhos de doze artistas que trabalham no Recife e em Olinda. Três deles, especialmente convidados para a exposição: Fefa Lins, Marcelo Silveira e André Nobrega. Os outros já integram o acervo – Christina Machado, Valéria Rey Soto, Alcione Ferreira, José Barbosa, Priscila Buhr, Luciano Pinheiro, Rinaldo Silva, Vacilante e Antônio Mendes.


Esta exposição abre a temporada 2020 da APG e fica em cartaz até o dia 14 de fevereiro, com entrada gratuita na Galeria que fica na Rua da Moeda, 140 – Bairro do Recife. De terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e aos sábados das 14h às 18h.Mais informações: (81) 3424-4431.

CULTURA

Foto: divulgação

O Instituto Ricardo Brennand e o Consulado Geral do Japão no Recife, em parceria com a Fundação Japão, promovem a exposição itinerante “O Poder do Shojo Mangá”, que ficará em cartaz até 7 de fevereiro, na pinacoteca do Instituto Ricardo Brennand, na Várzea.

A mostra contará com 57 obras originais e reproduções, em alta qualidade, desenhadas por 13 renomados desenhistas de mangá, entre eles, Osamu Tezuka e Reiji Matsumoto, que contribuíram para o desenvolvimento do shojo mangá desde década 60. 

Além da exposição também haverá atividades paralelas, que acontecerão nos finais de semana, como a exibição do filme “POP IN Q”, oficinas de desenho e origami, apresentação de Kendo e muito mais. Será uma programação intensa para toda a família nas férias de janeiro! Mais informações pelo (81) 2121-0352 / 2121.0365.

DIVERSÃO

Foto: divulgação

Neste mês de janeiro, o Shopping Patteo Olinda ganha ares de fundo do mar com a exposição internacional “O Fantástico Mundo Marinho”, onde poderão ser vistas réplicas animatrônicas de animais marinhos em tamanho real, que emitem sons e se mexem.

Os visitantes poderão experimentar a sensação de ver de perto seres aquáticos como o polvo gigante, a baleia jubarte, a orca, o tubarão-branco e até o pré-histórico Mosossauro. Seis dos sete animais que compõem a mostra, que será gratuita, ficarão expostos na Praça de Eventos do piso térreo até 02 de fevereiro. Já a réplica do polvo gigante está instalada na varanda panorâmica do piso L3, com vista para o mar de Olinda.

Compõem o acervo da exposição uma réplica de 900 kg do Mosassauro, animal pré-histórico com mais de 15 metros de comprimento; uma baleia jubarte com mais de nove metros de extensão e 3,70 de altura; uma orca de cinco metros de comprimento; um golfinho de 1,5 metros de altura; e uma cabeça de tubarão-branco com 2,20 metros de comprimento, onde será possível tirar fotos em seu interior. Até mesmo a famosa peixinha “Dory”, personagem muito conhecida pela criançada, ganhou um espaço na mostra, só que em versão gigante. Sua espécie, popularmente chamada de cirurgião-patela, tem um tamanho médio na vida real, mas sua réplica na exposição chega a medir 2,70 metros de comprimento e 1,85 de altura.

A exposição “O Fantástico Mundo Marinho” será gratuita e aberta ao público, funcionando de acordo com o horário do shopping – de segunda a sábado, das 09h às 22h, e nos domingos e feriados, das 12h às 21h.

CULTURA

Foto: divulgação

O corpo – em especial, o feminino – é o eixo temático da atual pesquisa de Rose Klabin. O resultado está sendo apresentado na exposição “Memórias da Resistência”, individual, no Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM). A mostra, gratuita e aberta ao público, fica em cartaz até 19 de janeiro de 2020. A curadoria é de Douglas de Freitas.

A partir de um ponto de vista feminino, investiga sua ancestralidade e questiona seu lugar no mundo. É o que ela faz em Sutartine (2018), série de esculturas em mármore e engrenagens industriais, criadas a partir de pesquisas sobre sua descendência lituana.

Em outro momento, em uma espécie de ato ritualístico, Rose personifica uma figura feminina sacra. Trata-se da fotografia 3064 Peles (2019), obra inédita, na qual a artista teatraliza, simultaneamente, o desprendimento e a satisfação em relação à matéria que compõe a natureza do espaço em que se encontra: um deserto. Ela conecta seu corpo nu ao deserto através do pó que deixa escorrer por suas mãos, tal qual um líquido que purifica.

Local: Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães – MAMAM, fica na Rua da Aurora, 265 – Boa Vista, Recife – PE

Visitação: de terça a sexta das 12h às 18h. Sábados e Domingos, das 13h às 17h.

CULTURA

Foto: divulgação

A exposição “Guita Charifker – Paisagem Onírica”, que apresenta a trajetória de intensa atividade artística da pintora pernambucana falecida em 2017, chega aos seus últimos dias na CAIXA Cultural Recife, podendo ser visitada até este domingo, 17 de novembro. Com curadoria de Marcus de Lontra Costa, a expo reúne cerca de 60 obras, entre gravuras, desenhos, pinturas e em especial as aquarelas, técnica na qual Guita encontrou seu principal meio de expressão e nas quais utiliza uma gama cromática surpreendente e luminosa. Com entrada franca e patrocínio da Caixa Econômica Federal, “Paisagem Onírica” pode ser visitada de terça-feira a sábado das 10h às 20h, e nos domingos, das 10h às 17h.

A mostra, que começou a ser idealizada com a artista ainda em vida, é a primeira exposição póstuma em sua homenagem, reunindo um panorama de sua produção, com obras produzidas desde a década de 1960, e também fotos e vídeos que apresentam a artista e as fases de sua obra. As peças foram selecionadas de coleções particulares e também do acervo pessoal e familiar de Charifker.

A CAIXA Cultural Recife fica na Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife, Recife/PE.

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM