Archives

GASTRONOMIA

Foto: divulgação 

Inspirado em cartão postal da cidade e nomes emblemáticos, o chef Joca Pontes homenageia as cidades-irmãs Recife e Olinda, que fazem aniversário nesta terça (12 de março), nas unidades da Creperia Bercy. O primeiro, chamado de Marco Zero, tem em sua composição queijo coalho, cottage, frango desfiado, manjericão, tomate, folhas de rúcula, casquinha crocante de parmesão e caramelo balsâmico. As outras opções são os crepes Lampião e o Maria Bonita, onde os ingredientes são charque desfiada ao vinagre balsâmico, mel de engenho, queijo coalho e creme de jerimum com gengibre. Já Maria Bonita chega com uma explosão de sabor: camarão ao pesto de ervas, queijo coalho e creme de jerimum com gengibre, finalizado com casquinha crocante de parmesão e azeite de laranja.

Endereços:

Estrada do Encanamento, 341 – Parnamirim – Recife – (81) 3441-7938
R. Cap. Sampaio Xavier, 332 – Aflitos, Recife  (81) 3427-0027Boa Viagem – Rua Professor Rui Batista, 120 – Boa Viagem  8134651654

SOCIAL

2

Foto: divulgação
O advogado Pedro Henrique Reynaldo Alves entre os contemplados pela  Câmara de Vereadores do Recife com a Medalha Djaci Falcão,  nessa  quinta-feira (dia 20), às 18h. A iniciativa é destinada  para  profissionais do Direito que se destacaram em 2018. Pedro Henrique, como Conselheiro Federal da OAB e ex-presidente da Ordem dos Advogados seccional Pernambuco  foi indicado pelo vereador Jayme Asfora e lá estará ao  lado de reconhecidas figuras como o presidente do TRF/5, Desembargador Federal Manoel Erardht.

DIVERSÃO

????????????????????????????????????

Fotos: Nilton Leal
A sambista, cantora e compositora Karynna Spinelli, uma das artistas pernambucanas que melhor sintetiza o encontro do samba tradicional com os batuques e a mística dos terreiros de jurema e candomblé do Recife, se prepara para lançar novo show. Neste sábado,01 de dezembro, a partir das 16h ela apresenta, na Casa de Bamba, o espetáculo ABAYOMI – Encontro Precioso, com um repertório que homenageia grandes mulheres do Samba e da Cultura Popular Brasileira .A data escolhida é uma celebração ao Dia Nacional do Samba, comemorado no dia 2 de dezembro.

Karynna Spinelli tem ainda mais duas apresentações de ABAYOMI marcadas para este final de 2018. A primeira, no dia 30 de dezembro, no Réveillon do Clube do Samba do Recife, na Galeria do Ritmo (Morro da Conceição) e a segunda apresentação será no Réveillon da Prefeitura do Recife, no Polo Pina, no dia 31 de dezembro.

DIVERSÃO

2

Foto: divulgação

O grupo Cia de Dança Ferreiras vai apresentar o “Ah, se tu soubesses”, uma homenagem a Orlando Silva (1915-1978), o cantor das multidões, amanhã (24) às 20h, no Teatro Barreto Júnior.

A apresentação é baseada na trajetória de vida e nas canções interpretadas por Orlando Silva. A fusão de musicalidade e poesia presente nessas canções é o que embala a dança fluida dos bailarinos em cena. A linguagem é contemporânea, mas o espetáculo remete a momentos e sentimentos da carreira do ídolo nacional.

Entre os temas presentes estão: a carreira do artista em rádio, a paixão dos fãs, os amores e ilusões, as noites de boemia com os amigos, a malandragem da época, a bebida e a morfina nas situações de sofrimento e, principalmente, os momentos de tributo. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e serão vendidos na bilheteria do teatro. Para quem não puder comparecer amanhã, o Cia de Dança Ferreiras vai apresentar o espetáculo novamente no próximo dia 31.

CULTURA

1

Foto: divulgação

Celebração à cultura de matriz africana, a Terça Negra toma conta do Pátio de São Pedro na noite de amanhã (23), rendendo homenagem ao mestre Moa do Katendê, compositor, percussionista, artesão, educador e mestre de capoeira baiano, brutalmente assassinado na madrugada do último dia 8, após uma discussão política.

Gratuita, aberta ao público e a céu aberto, a programação, que chega este mês à sua 13ª edição em 2018 (contando com as quatro terças pré-Carnaval), começa às 19h. A primeira atração será uma roda de capoeira, a partir das 19h.

Realizada uma vez por mês, a Terça Negra é uma iniciativa do Movimento Negro Unificado, com apoio da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura, da Fundação de Cultura Cidade do Recife e do Núcleo da Cultura Afro-brasileira.

Programação

19h – Roda de capoeira

20h – Maracatu do Século 21

21h – Bojo da Macaíba

22h – Pandeiro do Mestre

CULTURA

2

Foto: divulgação

Os 100 anos do maestro, clarinetista e compositor Lourival Oliveira será festejado nesta terça (19), às 20hs, com um concerto musical no Teatro Luiz Mendonça, em Boa Viagem. Sob a regência do jovem maestro Henrique Albino, a orquestra, especialmente concebida para a proposta, executará arranjos inéditos do homenageado com destaque para os frevos concebidos para clarinete, instrumento preferido do maestro Louro, como era conhecido no meio musical. O projeto 100 anos de Lourival Oliveira é produzido pela pernambucana Proa Cultural e apoiado pelo Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura). A apresentação tem entrada gratuita e o acesso aos convites está disponível no link  http://bit.ly/ConcertoLourival.

Algumas ações do projeto já foram contempladas, como por exemplo, a análise, organização e digitalização do acervo que vai compor a apresentação musical, e também a realização de um debate teórico-prático com a temática Lourival Oliveira na música frevo: contextos e releituras, realizado no último mês de maio no Paço do Frevo, sob o comando dos pesquisadores e maestros, Jailson Raulino, e Henrique Albino.

Todas as ações previstas no projeto são gratuitas, garantindo a democratização do acesso. A apresentação no teatro contará com acessibilidade comunicacional para as pessoas portadoras de deficiência visual.

 

DIVERSÃO

2

Foto: divulgação

A segunda noite de exibições do Cine PE – Festival do Audiovisual, que aconteceu nesta sexta-feira (1º), foi marcada por muita emoção e boas doses de riso. Dando início à programação, o documentário em curta-metragem “Uma Balada para Rocky Lane”, dirigido por Djalma Galindo, arrancou gargalhadas e foi ovacionado pelo público. O filme conta a história de José Leite Duarte, que assumiu a identidade de um famoso ator dos faroestes norte-americanos, passando a se vestir como o cowboy e a se envolver em duelos imaginários com as crianças nas ruas de Arcoverde, no sertão de Pernambuco.

O grande momento da noite, no entanto, foi a homenagem à atriz Cássia Kis, que recebeu a honraria máxima do evento, o Troféu Calunga de Ouro. Surpreendida pela produção do festival, Kis ficou emocionada ao descobrir que receberia o prêmio das mãos do ator Gabriel Leone, que interpretou seu filho na novela “Os Dias Eram Assim”.

Para fechar a noite, foram exibidos os longas-metragens cariocas “Os Príncipes”, de Luiz Rosemberg Filho, e “Christabel”, de Alex Levy-Heller. Os filmes integram a Mostra Competitiva de Longas-Metragens.

Neste sábado, às 10h, no Hotel Nobile Executive, o festival promove uma coletiva de imprensa com os representantes dos filmes exibidos na sexta e com a atriz Cássia Kis. Durante a noite, o festival exibe os curtas “Cara de Rato” (PE), de Benedito Serafim, “Plantae” (RJ), de Guilherme Gehr, “Através de Ti” (RS), de Diego Tafarel, e “Vidas Cinzas” (RJ), de Leonardo Martinelli, e os longas “Marcha Cega” (SP), de Gabriel Di Giacomo, e “Dias Vazios” (GO), de Robney Bruno Almeida. Além da projeção dos filmes, o festival presta homenagem ao ator Rodrigo Santoro.

O 22º Cine PE segue até o dia 5 de junho e a entrada é gratuita.

DIVERSÃO

1

Foto: divulgação

Além da atriz Cássia Kis, da cineasta Kátia Mesel e da empresa Box Brasil, a 22ª edição do Cine PE rende homenagem ao ator Rodrigo Santoro. O astro, que estava entre os homenageados do festival no ano passado, não pôde comparecer ao evento por causa do nascimento de sua primeira filha, Nina. Santoro desembarca no Recife no dia 29 de maio, data da abertura do festival, quando acontece a solenidade de reconhecimento à sua trajetória.

Dono de um currículo impressionante, Santoro fez trabalhos inesquecíveis para a teledramaturgia brasileira, com papéis em novelas como Explode Coração (1995) e Suave Veneno (1999). O ator também protagonizou a icônica minissérie Hilda Furacão (1998), na qual deu vida a um frade que se apaixona por uma prostituta. Nos cinemas, é lembrado por suas atuações no premiado Bicho de Sete Cabeças (2000), de Laís Bodanzky, que lhe rendeu a Calunga de Melhor Ator no Cine PE em 2001; por Abril Despedaçado (2001), de Walter Salles, e por Carandiru (2003), de Héctor Babenco, entre outros.

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM