Archives

SOCIAL

Foto: divulgação 

O Museu da Cidade do Recife tem uma surpresa para os apaixonados por fotografias históricas e pelo Carnaval. No próximo domingo (9), a partir das 10h, será lançada mais uma edição do projeto “Leve História para Casa”, desta vez com imagens emblemáticas do Carnaval recifense das décadas de 1940 e 50. As 42 fotografias selecionadas ficarão em exposição no Museu até o dia 3 de março, mas os visitantes podem comprar as imagens já neste domingo e resgatá-las após o término da mostra, a partir de 4 de março. O visitante também poderá encomendar as imagens, caso já tenha sido vendida, nos formatos A2, A3 e A4.

As imagens, impressas em Fine Art em papel de algodão, serão vendidas pelo valor de R$ 50 para o tamanho A4 (21X29.7cm); R$ 80 para o tamanho A3 (29.7X42cm); e R$ 120 para o tamanho A2 (42X59cm). Todas as fotografias trarão em seu verso o nome do autor, ano da foto, local, e a numeração correspondente negativo (original) que faz parte do acervo, além de um agradecimento especial pelo apoio às atividades do Museu. Os recursos obtidos com a venda serão investidos em novas exposições e projetos do MCR.

A proposta do “Leve história para casa” é compartilhar o acervo do Museu com os recifenses e turistas, prática já adotada em vários museus do mundo. No MCR, a ideia surgiu após o sucesso, em dezembro de 2018, da venda de fotografias usadas em exposições antigas do MCR.

Endereço: Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.

Visitação: de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos e feriados, das 9h às 16h.

Quanto: entrada gratuita

Museu da Cidade do Recife – 3134-3750

www.museudacidadedorecife.org

DIVERSÃO

2

Foto: divulgação

No fim de semana em que a cidade e o país começam a se restabelecer, não vai faltar programação cultural gratuita.

Na Galeria Janete Costa, chega ao fim neste domingo a exposição Cativa [A natureza da natureza], mostra da artista Flora Assumpção. A exposição é gratuita e aberta ao público. A galeria funciona das 14h às 20h no sábado e das 15h às 19h, no domingo. Na sexta: das 12h às 20h.

No Museu da Cidade do Recife, todo sábado das 10h às 15h, tem o jogo “O Forte e o Tempo” com entrada gratuita. No domingo, estará aberta à visitação a exposição Cinco Pontas, No fim de semana, o museu funciona das 9h às 17h.

No Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), na Rua da Aurora, tem a exposição “A Arte é um Manifesto – 30 anos de Devotos”, que conta a história da famosa banda Devotos e a  ExistenCidades, com 13 fotografias coloridas de Beto Figueiroa. O museu funciona das 13h às 17h.

No Paço do Frevo, além de todas as informações e registros sobre a história do gênero musical, será oferecida, entre as 14h e as 17h, a vivência Vamos Cair no Passo e encerra com um jogo de improvisos. No domingo (3), como é o primeiro do mês, o acesso é gratuito.

Também estará em cartaz na cidade durante o fim de semana, o Cine PE, festival de cinema realizado no Cinema São Luiz. Informações no site: http://www.festivalcinepe.com.br.

DIVERSÃO

3

Foto: divulgação

Neste fim de semana, lugar de recifense é na rua. Mais precisamente no R.U.A., Festival de Arte Urbana que vai transformar o Recife Antigo em palco para várias manifestações artísticas e culturais, durante todo o domingo (27). Uma variada programação cultural será oferecida em diversos equipamentos públicos da cidade, já a partir desta sexta-feira (25), quando o Festival Nacional do Frevo realiza sua última semifinal, na frente do Paço do Frevo.

No sábado (26), das 16h às 21h, diversas formas e expressões de arte irão tomar conta do jardim do Museu Murillo La Greca, no Parnamirim que receberá a segunda edição do evento Práticas Desviantes. No Museu da Cidade do Recife, todo sábado é dia de brincadeira. Das 10h às 15h, o jogo O Forte e o Tempo convida os visitantes a interagir com a fortaleza de maneira diferente.

O Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), na Rua da Aurora, apresenta as exposições “A Arte é um Manifesto – 30 anos de Devotos” e “ExistenCidades”. O museu funciona no sábado e no domingo, das 13h às 17h e na Galeria Janete Costa tem a exposição Cativa [A natureza da natureza]. A galeria funciona das 14h às 20h no sábado e das 15h às 19h, no domingo.

No domingo, a programação do Recife Antigo será caprichada com o projeto Colorindo o Recife, que espalhará arte por várias ruas do bairro.

CULTURA

9

Foto: divulgação

Uma tarde perdida no trânsito caótico do Recife, conhecido por ser um dos piores do mundo, foi o estopim para o arquiteto, urbanista e artista plástico Luiz Rangel perceber que algo estava errado nisso tudo. Daquela situação nasceram os esboços iniciais de “Exílio”, o primeiro dos nove quadros feitos por Rangel e que compõem a exposição “Autos Retratos”, que chega ao Museu da Cidade do Recife em 22 de setembro, o Dia Mundial Sem Carro.

 

A abertura da mostra, a oitava da carreira artística de Luiz Rangel, tem início às 19h, com debate com o artista, o curador Plinio Santos e o militante da mobilidade a pé Francisco Cunha, dando seguimento ao vernissage, às 20h. O evento é gratuito e aberto ao público. A mostra fica em cartaz no Museu da Cidade do Recife, no Forte das Cinco Pontas, até 2 de outubro, também com entrada franca.

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM